quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Se o grão de trigo não morre...

Em verdade, em verdade, vos digo: se o grão de trigo que cai na terra não morre, fica só. Mas, se morre, produz muito fruto. Jo. 12:24

Na realidade sabemos que o grão já tem em si a vida e não morre, mas se transforma. Há assim uma continuidade entre o grão, a árvore e os frutos por ela produzidos. Assim também, o Jesus humano já tem em si a vida divina e eterna, a qual permanece e se manifesta após sua morte na cruz.
- José Raimundo Oliva -

Senhor Jesus, a vida jorrou abundante
de tua fidelidade até à morte de cruz.
Possa eu beneficiar-me desta plenitude de vida.
Amém!

5 comentários:

Brisa da Manhã disse...

Olá! Você sempre com maravilhosos posts! É muito bom vir aqui! Obrigada por sua visita! Beijos suaves da Brisa da Manhã/Maythe

Pollyanna Monteiro disse...

Que alegria receber comentários e, com eles, o carinho dos amigos! Muito obrigada por sua visita! Graça e Paz! Beijos no seu coração. Polly

Anpara disse...

Olá! Passando para agradecer a visita! Muito bom o post!Saúde e Paz. O resto a gente corre atrás! Bjs Ana Paula

Nilza disse...

Oi querida: passando para agradecer a visita no De Tudo Um Pouco. Já o atualizei! Seu post está caprichado, heim! Paz, saúde e que Deus nos ajude! Bjs Nilza

Tetê disse...

Oi Mabel! Feliz de ter te encontrado no Manancial! Maravilhosa essa sua reflexão!! Bjks Tetê